“A Política Sexual da Carne” e a Relação entre o Machismo e o Carnivorismo

 

Se você for homem e vegano alguém já deve ter te chamado de gay. Em primeiro lugar, não há nada errado em ser gay, mas dentro da lógica machista que a maioria das pessoas vive, ser gay é muito ruim e para eles a ligação entre ser vegano e homossexual é praticamente óbvia. Mas por que tão óbvia? Em “A política sexual da carne” Carol J. Adams discute esta questão com profundidade e ainda dá certas respostas que são um verdadeiro soco no estômago. De fato, a relação entre a dominação dos animais e sua matança é praticamente uma conseqüência de uma lógica de dominação muito maior, a qual envolve inclusive a opressão da mulher e a retaliação de tudo que é considerado feminino (os homossexuais, inclusive) e distante do macho bélico e dominador.

Tecendo esta relação entre carnivorismo e patriarcado começa a ficar claro como a lógica de exploração dos “mais fracos” se dá e como a figura do homem branco bélico começa a se impor na cultura através de diversas ferramentas de opressão, que aparentemente não parecem se correlacionar, como a dominação da mulher e a opressão dos animais.

head_literatura_apoliticaNão é à toa que vegetarianismo e ainda mais o veganismo sejam tão correntemente associados ao homossexualismo no homem vegan. Afinal, o homossexual nada mais é do que um homem que decidiu se voltar contra o sistema de transformação do ser humano XY em uma máquina de opressão belicosa. De fato, o vegano, ao preferir não acatar à matança e à tortura, também deixa de corroborar com a ordem pré-estabelecida do macho opressor. É deste modo que este homem passa a se juntar ao grupo dos “vira-casacas”, o qual seria composto por todos s outros homens que resolveram tomar atitudes mais amáveis para com seus semelhantes, inclusive animais, mulheres, idosos e assim por diante.


Mais informações sobre o Livro:

“A Política Sexual da Carne” e a Relação entre o Machismo e o Carnivorismo:

Autor: ADAMS, CAROL J.

Tradutor: CUPERTINO, CRISTINA

Idioma: PORTUGUES

Editora: ALAUDE