Avanço! França proibe experimentos com animais em escolas de todo o país

Na França, praticamente todas as escolas apresentavam experimentos com animais nas aulas de ciência. Mas, desde o dia 25 de julho de 2016, o Ministério da Educação Nacional, Ensino Superior e Ciências proibiu esta prática por meio de circular oficial.classroom-658002_960_720

Entretanto, apesar deste ter sido um avanço enorme, principalmente em relação à cosncientização dos direitos dos animais, o texto prevê a possibilidade de vivissecção em invertebrados, com exceção de polvos, lulas e outros cefalópodes. Allém disso, a prática ainda é permitida quando o animal foi morto para outros fins, como no caso de matadouros.

Apesar disso, uma boa notícia é que a vivissecção de animais não está mais presente no currículo escolar francês, ou seja, mesmo que a vivissecção de invertebrados ainda seja possível perante a lei, não haverá mais tempo para esta prática, a não ser que o professor realmente queira praticá-la e faça um esforço extra para que isto aconteça.

Entretanto, vamos torcer para que esta nova lei aumente a conscientização para com os direitos animais e que uma nova lei futura proiba enfim todo tipo de vivissecção, inclusive com invertebrados.