Com máscaras de super-heróis, ativistas causam polêmica ao salvar animais

Um grupo francês denominado de Archetype (arquétipo em francês) está chamando a atenção na França ao resgatar animais de vendedores ilegais, usando máscaras de super-heróis. O feito está gerando discussão sobre uma prática de crueldade muitas vezes ignorada por quem diz amar cachorros e gatos: a criação e comercialização de animais de estimação.img_arq2

Não sendo fato novo, sabe-se que a maioria dos animais de estimação quando não são adotados, são gerados em fazendas de filhotes sob circunstâncias extremamente degradantes: primeiramente, as fêmeas são presas e forçadas a cruzar e engravidando e gerando os filhotes, estes são separados e colocados em gaiolas para venda, enquanto elas têm o triste destino de morrer de exaustão ou de doenças.img_ar5Infelizmente, as fazendas de filhotes não são proibidas em muitos países, mas a prática de comercialização nas ruas é geralmente crime e foi pensando nisso que este grupo de ativistas resolveu agir, investigando possíveis traficantes e libertando os animais na surdina.

img_arq1

Na França, alguns deles enfrentam processos e já foram presos por tentar libertar animais de maus-tratos. Apesar disso, a ação deste grupo está cada vez mais conhecida e eles até receberam o apelido de “Robins Wood”.

img_ar4Além de ações diretas, o grupo também produz informativos e atua nas redes sociais para conscientizar a população do tráfico de animais. Existem muitos animais abandonados e carentes precisando de tutores e que adorariam ser adotados. Para não incentivar a prática de criadores de filhotes e outras práticas de maus-tratos e coisificação de animais, jamais compre! Adote um animal e ajude muitas vidas.

img_arq3Quer ir além? No Brasil, cidade de Campinas, São Paulo, o movimento “Veganize já” (entrevista) também atua neste sentido, promovendo campanhas de conscientização sobre tráfico e criadouros de animais. Ajude o grupo com uma doação ou torne-se uma voluntária (o) do movimento se morar em Campinas.

link-add-iconClique aqui para saber mais sobre o projeto brasileiro Veganize-já