Nações Unidas Pedem Redução Massiva da Agropecuária – Empresas Veganas Geram 90% Menos Gases de Efeito Estufa

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (UNEP, em inglês) acaba de nomear os ganhadores do prêmio “Campeão da Terra”: os presidentes executivos das empresas Beyond Meat e Impossible Foods, Ethan Brown e Pat. O. Brown, respectivamente. A UNEP concedeu o prêmio aos empreendedores, pois eles foram capazes de desbancar a agropecuária por meio de suas inovações – atividade essa que, segundo a organização, “nos levou à beira de uma catástrofe”. Os produtos à base de plantas dessas empresas são essenciais para atingirmos determinados objetivos ambientais e climáticos.

Nessa semana, a Beyond Meat publicou um relatório conduzido por pesquisadores do Centro para Recursos Sustentáveis da Universidade de Michigan, que compara vários impactos ambientais do Beyond Burger à sua contrapartida à base de carne. A pesquisa mostrou que o Beyond Burger gera 90% menos gases de efeito estufa, requere 46% a menos de energia, tem um impacto de menos de 99% em escassez de água, e 93% menos impacto em utilização de terras do que cerca de 100g de bife. “O impacto do gás de efeito estufa emitido pela agropecuária se equipara às emissões de todos os carros, caminhões, ônibus, navios, aviões e foguetes espaciais juntos”, afirma a UNEP. “Não há como atingir os objetivos climáticos estabelecidos pelo Acordo de Paris sem que haja uma redução massiva na escala da agropecuária”.

Ou seja, até mesmo um órgão de tamanha importância como as Nações Unidas (UN) afirma que a agricultura animal é extremamente prejudicial ao meio ambiente, além de reconhecer a urgência de diminuir essa atividade em escala mundial. A partir disso, podemos ver que cada vez mais pessoas, organizações e instituições estão percebendo os danos que uma alimentação à base de carne causa ao nosso planeta. Só assim seremos capazes de mudar esse cenário.

Por Julia P. Dünner, criadora do blog Vida Consciente
IG: vida__consciente

Fonte: VegNews