Vitória! Ativista vegana não é presa e desperta o veganismo no Canadá

A ativista vegana Anita Krajnc ficou conhecida internacionalmente após ter sido processada pelo ato de dar água aos porcos sedentos de sede em um carreta de animais vivos na cidade de Toronto no Canadá e também foi julgada a poucos minutos e corria o risco de ir presa pelo mesmo ato . O julgamento foi realizado hoje e o juiz entendeu que o ato da ativista não foi um crime e sim um ato de compaixão pelos animais.Após o julgamento em entrevista ao vivo transmitida via Facebook e outros canais da TV canadense Anita Krajnc disse: “as pessoas tem que enxergar os animais com respeito, ter compaixão e não virar o rosto para não ver a verdade”. Finalizando a entrevista ela conclui que “a compaixão não deve ser um crime,  que ainda há muito a fazer pelos animais, que os animais continuam morrendo, sofrendo, que o mundo deveria adotar a dieta vegana”.O julgamento teve uma grande atenção da mídia canadense e com certeza fez muita pessoas refletirem sobre como tratam os animais,  a mensagem da ativista foi poderosa ficando marcada na história do ativismo vegano no Canadá para sempre. Veja abaixo o vídeo do momento da entrevista da ativista vegana após o julgamento (clique para iniciar o vídeo):

Entenda o caso da ativista Anita Krajnc

Uma ativista canadense da ong “Toronto Pig Save” Anita Krajnc foi multada em $5.000 dólares cerca de R$19.092,50 após mostrar compaixão e dar a água aos porcos que estavam em um caminhão a caminho de um matadouro e um dia de muito calor em junho deste ano, ela foi acusada de interferir em “propriedade privada”.

O vídeo (veja abaixo) mostra essa ação que se tornou um viral nas redes sociais, nas imagens ela argumenta com o motorista que nervoso fala para que ela não dê água aos animais e sugere que a água estaria contaminada. Ela não desiste e continua sanando a sede dos porcos.Em uma entrevista para emissora TVC de Toronto, Anita disse “que fez a coisa certa, e que todos nós temos o dever de ajudar os animais”. Ela garante que mesmo depois de toda a repercussão do caso as ações da ong irão continuar. Acompanhe o vídeo abaixo com legendas exclusivas do site Cultura Veg.

Clique para acessar vídeo